Quarta-Feira, 19 de Junho de 2024
Ciência e Saúde
15/05/2024 06:31:00
Novo tratamento revela-se promissor ao reverter sintomas de Parkinson
Em causa está o uso de um método de ultrassom de alta intensidade, conhecido como HIFU

NM/PCS

Imprimir
Foto: © Shutterstock

Um estudo realizado pelo Centro de Neurociências Abarca Campal, do Hospital Universitário HM Puerta del Sur em Móstoles, Espanha, demonstrou resultados promissores no tratamento dos sintomas motores da doença de Parkinson utilizando o método de ultrassom de alta intensidade (HIFU).

A pesquisa, que aplicou o HIFU bilateralmente, ou seja, em ambos os hemisférios cerebrais, observou benefícios significativos na redução dos sintomas motores da doença. Os efeitos adversos foram leves e transitórios.

Até então, a técnica era utilizada apenas em um dos hemisférios, limitando os benefícios a apenas um lado do corpo. "A realização do tratamento ablativo bilateral na doença de Parkinson por meio de radiofrequência e cirurgia estereotáxica tem sido classicamente associada a complicações graves, razão pela qual esta opção terapêutica foi considerada indisponível, com as limitações terapêuticas que isso acarretava", explica José Obeso, um dos responsáveis pelo estudo.

"Embora este seja um estudo preliminar, estes resultados mostram que a aplicação bilateral de HIFU seria um tratamento viável e eficaz em pacientes bem selecionados. As melhorias em alguns dos seis pacientes tratados são muito significativas. Precisamos de estudos maiores para corroborar estes resultados, especialmente em termos de segurança do procedimento", ressalta o médico Raúl Martínez.

O estudo abre caminho para pesquisas futuras que explorem o potencial do HIFU bilateral no tratamento da doença de Parkinson, oferecendo uma nova esperança para pacientes que sofrem com essa condição debilitante.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias