Segunda-Feira, 15 de Julho de 2024
Polícia
19/06/2024 14:31:00
Em menos de 24 horas, três pessoas foram executadas na região de fronteira

CE/LD

Imprimir

Após longos meses sem execuções na linha internacional entre Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, a região de fronteira entre os dois países enfrenta mais uma nova onda de assassinatos que novamente vem ligando o sinal de alerta das autoridades brasileiras e paraguaias.

A vítima desta vez é o brasileiro Marcelo Batista Chaves, de 42 anos, que foi executado a tiros no estacionamento de um centro automotivo no Bairro Maria Victoria, em Pedro Juan Caballero. Segundo informações policiais, esta é a terceira execução na fronteira nas últimas horas.

Conforme informações de testemunhas, Marcelo estava sendo seguido pelos atiradores em uma motocicleta. De acordo com a polícia local, há divergências nas informações, pois outras testemunhas relataram que os atiradores estavam em uma caminhonete.

Ao jornal paraguaio Última Hora, o médico legista Marco Prieto disse que o brasileiro recebeu tiros na cabeça, pescoço e no peito, vindo a falecer no local. Ainda de acordo com o médico legista, a vítima recebeu pelo menos 21 disparos de revólver calibre 28 e pistolas 9 milímetros.

Marcelo Chaves é a segunda vítima executada na linha internacional nas últimas horas. Ontem, na favelinha da Vila Ferroviária, Marcos Javier Gonzales, de 32 anos, foi executado com tiros de fuzis calibres 7,62 e 5,56.

De acordo com a polícia, Gonzales tinha vários antecedentes criminais por roubo e furto.

Na manhã de hoje, dia 19, em uma rua de terra em Pedro Juan Caballero, um corpo ainda não identificado foi encontrado. Segundo informações da Polícia Nacional, a vítima foi localizada com tiros na cabeça e no braço esquerdo.

COMENTÁRIO(S)
Últimas notícias